17 de abril de 2012

Ataque Sorrateiro

Ontem tive uma entrevista de emprego como Mayra. Fui na primeira aula da faculdade lotada também, e me diverti com a feição de choque e surpresa de quem não sabia, e das palavras de apoio e carinho de quem sabia. Foi tudo bem, mesmo, o dia foi ótimo. Vou falar sobre tudo isso no próximo post. Absolutamente ninguém me tratou mal. Aliais, ninguém hora nenhuma havia me tratado mal, nunca. Até hoje.

Recebi um e-mail do meu padrinho, e colarei abaixo para sua apreciação. Ele quis me agredir? Bem. Eu tenho minhas armas também. Tenho minha voz, e se tem algo que eu possa fazer agora, é usar ela. Deliciem-se.

EDIT: Sim, modifiquei várias coisas no que falo aqui no post (apesar de no e-mail só ter omitido a assinatura dele). Principalmente porque postei com raiva, revolta. E agora... o que eu tenho é tristeza. Tristeza por ter uma pessoa que faça uma coisa dessas na família. E pena. Não sei. Enfim, na hora da postagem meu objetivo era contra-atacar mesmo. Era machucar. Não é mais. Deixo o post aqui para mostrar às pessoas uma verdade crua que descobri de forma ruim: ataques podem vir de toda e qualquer direção. Uma trans tem que estar pronta pra isso.



*****
MarceloA viga mestra da estrutura de uma família, o que a mantem unida é o compromisso de amor e respeito mútuo.A famíla que deu apoio no voce disse ser única chance de ser feliz está se desestruturando em função do comportamento irresponsável e vulgar que essa nova personalidade tem exposto públicamente.Se voce resolveu adotar um comportamento feminino não precisa ser o de uma perua nem de uma vagabunda.Em quem voce se espelhou para adota-lo?Certamente não foi dentro dessa família.Para seu conhecimento, uma vez que está totalmente alienado,as pessoas que amavam o Marcelo estão sofrendo muito com isso e justamente os que tentaram ajudar estão sofrendo as críticas.Se alguem resolve mudar sua personalidade e seu comportamento deve estar preparado para ser aceito ou não por aqueles da sua relação.Se pretende continuar fazendo parte do ambiente dessa família é bom tentar rever esse tipo de comportamento ou certamentevai acabar excluído.Uma vez que seu Pai e sua Mãe simplesmente assistiram de camarte a tudo isso, o para-raio de todas as críticas é a pessoa que te acolheu,protegeu e se sempre apoiou: sua Avó!Só pra lembrar, ela é a minha Mãe,que me criou, amou,enfim,fez tudo por mim e a quem eu tenho o compromisso de proteger a qualquer prêço.Resumo da Ópera: Nesse ambiente não tem lugar para esse tipo de comportamento nem para outra personalidade.Novos personagens que se candidatem a fazer parte de qualquer grupo correm o risco de serem aceitos ou não.Abra o olho ou comece a procurar alternativas. Sua batata está assadíssima.


*****

Sim, eu respondi. E as ofensas continuaram.

Infelizmente, há informações confidenciais da família nesses próximos e-mails e não posso postá-los por respeito a terceiros. Mas acho que passei a mensagem.

E pra você  meu padrinho... pense bem no que você me disse, e como você me disse, e imagine você ou seus filhos em uma situação dessas.

PS: Se alguém tiver concordado com ele, que eu tenha tido algum comportamento vulgar, por favor, me informe. Nunca foi minha intenção, e ele nunca explicou o que quis dizer, então para me iluminar, meu e-mail é mayra.viamonte@gmail.com

Beijos.