19 de abril de 2012

Canteiro de Obras

Furei a orelha! E tirei foto, claro. Inauguro também meu terceiro vídeo sobre a cirurgia facial e conto uma história rapidinha de hoje.

Botar o brinquinho é na verdade muito rápido, como a maioria de vocês já sabe. Mas cara, a pressão que aquela arminha faz é assustadora... e antes, quando a gente estava marcando a orelha com canetinha, deu um medo FELA de não ficar simétrico. Mas deu tudo certo. A parte engraçada foi a expressão de surpresa do farmacêutico. "Mas pera... você NUNCA furou a orelha?". Hehhaehah filho... né, eu até pensei em explicar a situação, mas ele estava com todo cuidado limpando minha mão com algodão. Acho que ele ia ficar até com nojo de mim.

O interessante foi quando cheguei em casa e me olhei no espelho. De alguma forma, naquele instante, parecer mais mulher me fez não me identificar completamente. Foi uma sensação parecida com olhar meu rosto após tirar as faixas da cirurgia: há uma desconexão psicológica forte. Passou, em sua maior parte, mas é algo interessante a se notar.


Tininiiiinho, tadinho. Já vi que pelo meu tamanho terei que comprar brincos meio grandes.
 
E o vídeo é no quarto dia após a cirurgia. Pra quem viu o último, a diferença é uma mudança e-nor-me no humor, e uma pequena mudança na aparência. Falo dessas melhoras e de como muda a visão de sí mesma e do procedimento todo com o espírito mais calmo. =)


O que me aconteceu hoje foi voltar de táxi da faculdade para casa. Além do taxista obviamente não perceber nada na hora nenhuma, ele não parava de me chamar de "senhora, senhora, senhora" durante a conversa. E... bom, isso nunca aconteceu. Juro, cada vez que ele falava isso dava vontade de rir. Rir de felicidade, de tranquilidade... de... "consegui".

E por fim mais uma comparaçãozinha, dessa vez com uma foto de antes enviada pela equipe cirúrgica. Estão vindo aos pouquinhos, quando eu tiver tudo posto aqui junto.


Não esqueçam de clicar na foto para aumentar!
Não tem nem o que dizer né? Evaporou o Marcelo
  
Beijinhos, até a próxima.