2 de janeiro de 2013

Fim de Ano

Primeiro natal como Mayra, primeiro réveillon como mulher, primeiro fim de ano totalmente feliz. E o resultado? Fotos!








Essas foram na noite do natal na casa de minha tia Débora, a loirinha de preto. Foram todos carinhosos comigo, bebi um pouco, conversei bastante, ri muito. Amei tudo, não há mais o que dizer.







A noite da virada eu passei com minha mãe no Iate Club da Urca. A organização do evento pecou em diversos detalhes - ficamos quase 40 minutos em um fila para entrar agradecendo a deus por não ter chovido, as comidas servidas não tinham qualquer identificação do que eram e o chanpagne foi distribuído 15 minutos antes da meia noite, criando uma debandada no desfiladeiro com Simba lá e tudo. Ainda assim, eu me diverti demais.

Primeiro por ter bebido pra caramba, algo que nunca havia feito. Mayra torta andando se segurando nas paredes... deve ter sido a visão do inferno. A ressaca está aqui até hoje, mas eu matei boa parte dela na academia pela manha. Segundo por ter estado na companhia de pessoas bonitas e interessantes. Terceiro por ter tido que enxotar a homarada. Aliais, quanto mais eu bebia, mais eu tinha nojo dos rapazes. Isso me trouxe uma confirmação importante sobre minha sexualidade.

Momento epifania melodramática terminado, tive um maravilhoso final de ano, e estou animadíssima pra começar esse ano. Acredito que ele trara mudanças psicológicas e físicas ainda muito relevantes, assim como o fim da caceta voadora que é essa faculdade chata que eu faço e, quem sabe, uma definição de quem eu sou profissionalmente.

Beijos,
Mayra