2 de janeiro de 2013

Dia-a-Dia

Vida de transsexual tem umas coisas bizonhas.

1) Há pouco tempo, ouvi uma conversa entre duas moças trabalhando aqui em casa: uma que vem sempre, e a outra que estava aqui pela primeira vez para fazer uma faxina. A conversa começa pela nova.

- Mas não entendi, é menino ou menina?
- Os dois.
- Tem pinto?
- A namorada vem sempre ai.
- To confusa.




IUAEHIUHAUIHEUIA é, to vendo. A outra também, né... ainda estou tentando entender a ligação entre o bingulin e a frequência da marida na minha casa. o.0

2) Ligação telefônica hoje.

- Alo?
- Alo, aqui é dos laboratórios Bronstein, estou ligando para confirmar os exames de amanha do senhor Marcelo... Vi"al"... Viamonte... A"ví"la... Dutra.
- São *tal*, *tal* e *tal*, né.
- Sim.
- Pode confirmar.
- Está certo. Com quem falei?
- Erm... sou eu o paciente.
- ....
   Certo. Obrigado, senhora.

Ai você se pergunta... ela não acreditou, ou entendeu tudo? Tem uma ultrassonografia das mamas no meio da história, vai ver... sei lá.

*****

Enfim, adicionei uma sessão no blog, logo abaixo da descrição, onde listarei profissionais que podem nos ajudar. Cirurgiões, psicólogos, endocrinologistas e o caçamba. Quem tiver dados para me passar, de qualquer região do Brasil, de pessoas comprovadamente dedicadas a se especializar em nossas necessidades, favor me enviar para verificação e postagem. Todas apreciaremos a informação, tudo bem?

Beijos,
Mayra