19 de junho de 2012

Hormonização e Ereção

Essa é a grande dúvida de muitas trans (e parceiros de trans), então acho conveniente falar disso.

Eu fiz um exame de sangue completo em maio. Vejam esta seção:






Ambos níveis estão dentro do padrão feminino. A dieta atual é 2mg de Finasterida e 50mg de Espironolactona a cada 12h

Bom, mas e o resultado disso no ato sexual?

Ereção parcial. A famosa "meia bomba", dos homens após uma certa idade, sabe? Até atinjo a ereção completa por vezes, mas não ficaria tranquila sem uma "ajudinha" na cama. E isso consiste nos genéricos do Viagra. Digo "genéricos" porque o preço do Viagra é ridículo, comparável aos impostos de eletrônicos vindos de fora, e os genéricos têm o mesmo efeito. Eu sei porque experimentei os dois (três, quatro... tem N genéricos). E, nessa situação, sem dificuldades para manter o ato sexual, mesmo durante horas...

Por outro lado, não há testosterona suficiente no corpo nem para enrijecer a pele, nem para focar o armazenamento de gordura na barriga, nem para continuar o crescimento da barba. Ou seja, meu corpo continua feminizando. Acho que poderia elevar esses níveis mais um pouco, mas por enquanto estou satisfeita.

A conclusão, afinal, é: sim, dá pra fazer a transição hormonal sem fechar o parque de diversões... iuaheiuaheahiue

Beijinhos,

MayB