16 de maio de 2012

P&R: "Pai, Gosto de Meninas"

Para esclarecer, P&R vai ser a marca de quando o post for sobre uma pergunta que me fizeram, em oposição aos posts normais que faço. Abreviação de "Perguntas e Respostas".

*****

Pergunta:

Oi lindona qro muito fazer uma perguntinha, como devo chegar no meu pai e falar que sou afim de meninas? é complicado nunca morei com ele ,sempre com minha avó mais ela faleceu ;( entao sou obrigada a morar com ele :/, nao temos uma relaçao de pai e filha muito boa, eu sei que ele é muito agressivo pois vejo como é tratada a mulher dele e meus ''irmaos'', eu acho que ele sabe de alguma coisa mais nunca perguntou nada, nao me trata como filha nem sei o motivo , e ele sempre falou que ia me mandar pra casa das minhas tinhas no *****, e contando pra ele que curto meninas tenho certeza qe me mande de verdade, so qe nao quero ir, minha vida é aqui :/ a um tempo to ficando com uma menina ela é mais velha q eu, to curtindo muito e nao qro ter q namorar escondida dele e de ninguem, so que eu tenho medo d mais d mais d mais dele. como devo agir, oque falar ? oq nao falar?

*****

Resposta:

Primeiro, posso lhe dizer que o mundo lésbico ganha, com você, uma integrante super gata! Hahaha ok, isso não é muito útil para o resto das pessoas porque só eu sei quem é. Mas enfim.

O ditado sobre comer pelas beiradas se refere às bordas de uma sopa ficarem à uma temperatura inferior ao centro. Mas, de forma metafórica, pode ser aplicado à uma situação dessas. Você já sondou seu pai para saber suas opiniões sobre a homossexualidade? Se ele fala agressivamente sobre casais gays, sobre notícias que abordem o assunto, essas coisas, é muito dificil que ele vá aceitar isso justamente dentro da sua casa.

Outra coisa, você disse que ele não te trata como filha. Pessoas insensíveis e egocêntricas o mundo tem de monte. E mais muitas outras que simplesmente não sabem expressar seus sentimentos. Meu pai, por exemplo, não me dá a menor abertura, apesar de que no caso dele eu acho que tem mais a ver com não saber demosntrar o que sente. Mas de qualquer forma, se a sua ligação com seu pai não é forte, qual o propósito exato de você contar para ele? Se for o caso de falar publicamente, no Facebook por exemplo, você pode fazer isso independente de falar com ele. Se for para levar em casa, aí sim vocês precisariam de uma conversa mais profunda.

Bom, resumindo. Assumir isso pra ele, no seu caso, representa o risco complicado de você ter que ir para outro país e se afastar definitivamente de sua namorada, o que é a última coisa que você quer. Dessa forma, há de se refletir sobre a real necessidade dessa revelação. Se ela realmente existir, há de se tentar entender primeiro o ponto de vista geral dele sobre esse universo. Caso você perceba que existe chances de ele aceitar isso de forma razoável, só existe uma forma de conversar sobre isso: de forma séria e sincera.

Chame ele para conversas a sós, diga que é um assunto importante. Quando for falar, não precisa de rodeios, diga de forma direta. "Pai, eu queria que você soubesse, por ser meu pai, que eu gosto de meninas. E eu namoro uma menina." Transmita para ele não só em palavras, mas na emoção que você expressa, que você está confiante e segura do que esta dizendo, que realmente sente aquilo, para desarmar qualquer tentativa dele de nomear isso como uma "fase" ou um "problema". E no fim das contas, se a reação não for tão positiva quanto você imaginou, dê tempo ao tempo. Deixe passar uns dias, aborde o assunto com ele de novo, sempre de forma delicada e não intrusiva. Ou seja, sem "jogar na cara" ou "forçar que ele entenda".

Beijos, e a melhor sorte do mundo para você.
MayB