9 de março de 2012

Ponto de Vista de Terceiros – Segunda Parte, Parentes e Namorida

Peguei duas conversas com parentes. O primeiro é de um um pouco mais novo, foi na verdade um chat no Facebook. O segundo foi gravado em áudio e depois transcrito (com todos os detalhes), de uma parente de 30 e poucos anos. Pode parecer longo, mas pelo primeiro ser um diálogo e o segundo um depoimento, na verdade é bem rapidinho de ler. Lá no finzinho é do da minha menina. Ela levou trés dias para fazer, tentando expressar com precisão seus sentimentos que, compreensivelmente, estão mais confusos que aula de matemática. Divirtam-se =)

Do parente mais novinho esse, que ficou sabendo bem recentemente, e de forma indireta. Nunca ouviu falar no assunto. As falas com um asterisco(*) no começo são as minhas. Os asteriscos no meio das falas são nomes censurados. E as coisas entre parênteses são traduções das frases que falamos em inglês.



- *teu pai te contou a noticia, neh?

- sobre?

- *mim? nao?

- to sabendo ja..

- *pois eh. agora libere bem sua mente e seja BEM honesto: em uma ou duas frases, quais foram seus primeiros pensamentos?

- como assim?!

- *lol
oq veio a tua mente qnd ele te conto isso?
anything(qualquer coisa)
brainstorm tecnique(téecnica de brainstorm)
dps eu te explico

- tipo, doideira...
hahaha

- *porra
uma frase, macaco
uma palavra nao
xD

- que doideira...
hahahahahaha
nao, serio
nem sei o que eu pensei pra te falar a verdade
mas hj eu tava conversando com ele sobre isso
ele falou que vai conversar com vc

- *tendi
eu tava fazendo um brainstorm com alguns amigos e parentes que jah sabem

- é uma parada meio forte né, mudar completamente de aparencia, e consequentemente, acaba mudando a personalidade, vc sabe..

- *pra postar no blog a reacao fdas pessoas
yey
estamos chegando a algum lugar agora
que mais? prossiga
xD

- porra, ************

- *iuaheiuaheiuae

- eu nao sei realmente o que vc passou a sua vida toda p chegar a uma decisao dessas
vai das pessoas é claro, mas eu nao consigo entender isso muito bem
na minha cabeça eu acho maluquice, pq é uma pessoa "sumir" e outra aparecer no lugar dela...

- *tah ficando bom
pessoalmente, eu te digo
vai sumir uma coisa falsa, uma teatralizacao
e vai aparecer o que eu queria que sempre tivesse sido
and.. thats the point (e... o objetivo é esse)
=p

- minha opiniao.. tu já é feio... vai ficar pior...

- *IUHEIUhaeiUAEHIae
macaco

- =p
hahahahahhaahah
mas deixa eu te dar um toque..
tu vai virar o que vc sempre quis, mas vc sabe que nao vai ser a mesma coisa, e infelizmente vc vai ter muitos problemas com isso..
vc já deve suspeitar disso..

- *oh i know that kiddo(eu sei disso, moço). E eh por isso que eu to pagando uma fortuna em hormonios e... procedimentos medicos. Pra mudar minha aparencia. Pra que fique... perfeito.

- tudo tem um lado bom e um ruim né..
sim, mas vc nunca vai deixar de ser o *********, cara..
é dificil p mim te dar uma opiniao positiva de uma parada que eu nao sou a favor (para mim)
ja pensou em vc gastar esse dinheirao e depois de arrepender

- *lol tendi

- ou sei la..

- *haha no chance of dat (nenhuma chance disso)

- ja pensou na merda que vai seer p tua *****(parente que mora com voce)?!
eu penso assim
antes de tu fazer alguma coisa, vc tem que pensar na merda que pode dar
eu tenho medo das consequencias..

- *eu penso nisso tudo tem mais de 10 anos
eu sei mais sorbe as consequencias disso doq sobre todas as outras decisoes da minha vida...
...juntas

- e de uma hr p outra vc resolveu por seu plano mirabolante em pratica?
rs

- *haha basically(basicamente)
porra antes eu n tinha dinheiro tbm neh
morando com a f$&&dida da minha ******(outra parente com quem morava antes)

- ta trabalhando, viado?

- *lol nao
mas eu ganho pensao do meu pai
pensAO

- aaa tá
hahahaha
hahahahahaha
fdp
aaa cara, nao vou te pedir p vc nao fazer pq vc vai me mandar ir a merda, mas nao sei
hahahahaha

- *aiuheiuhaieae
it'll end up better than expected(vai acabar melhor do que você imagina)
ull see (você vai ver)
soh nao vale olahr pra minha bunda dos
dps
HEIUHEIUheiuE

- tss
tenho namorada, nao preciso disso
seu maluco!
hahahaha

- *ah quer dizer que se ficar solteiro eu tenho que prestar atencao?
FUDEU MANOLO CORRE.
IUAHEIea

- i hope it ends up better than i expect (eu espero que acabe melhor do que eu imagino)
naao
ja sei pq vc resolveu essa porra
viu que nunca ia ser mais forte que eu e desistiu
hahahaha
********, vou tomar um banho e vou dar uma saida, que eu tenho um aniversario hj..
qualquer coisa me chama aqui ou me liga *********

- *blz

- tchau seu bundao
vlwwww
abracooo

- *flw garoto
boa festa
=p

A próxima é a transcrição do depoimento com uma parente de trinta e poucos anos. Ela é uma menina-mulher muito doce e preocupada e ao mesmo tempo decidida e inteligente. E fisicamente linda, por mais que ela tenha dúvidas quanto a isso =P. A conversa foi gravada no celular e depois transformada em texto palavra por palavra.

Minha primeira reação quando você me contou foi de surpresa, foi de espanto, porque eh alguma coisa que nunca pudesse passar pela minha cabeça. Não por algum tipo de preconceito achar que isso não pudesse acontecer dentro da família, mas pela figura masculina que eu sempre tive de você.


Principalmente por que... é.... a pergunta e o assunto começou justamente porque eu ‘tava sentindo a falta de ver aquele homem grande, forte, e olhei de repente e te vi mais magrinho, fraquinho, falei  “meu deus, o que que aconteceu?”


Então a minha figura, a percepção, a imagem que eu tinha de você sempre foi um homem alto, forte, uma figura... masculina, forte, um homem que as mulheres olhavam. Então isso nunca me passou pela cabeça, então de repente você me conta a historia... foi de surpresa. Como é que aquele homem bonito, e tal, que chama atenção das mulheres... onde passa as mulheres olham, ‘tá me dizendo agora que quer ser... que quer virar uma  mulher também, que tem uma mulher dentro dele. Então essa foi... a minha surpresa, assim, logo que eu... logo que eu recebi a noticia. Mas enfim, nesse sentido.


Eu sempre... eu procuro pensar que... é... a pessoa tem que... tem que ser bom pra, pra pessoa... pra você... então não é o momento... é um momento seu, não é o momento d’eu pensar o que que eu vou pensar,  o que que os outros vão pensar, o que que não-sei-o-que... isso pouco importa.


Eh... num princ.... num primeiro momento  foi muito estranho. Depois, pensando, e ai a minha primeira...  tudo muito confuso né, foi tudo  muito confuso porque.. além de ouvir essa historia  de que quer virar mulher, quer virar mulher e gosta de mulher. Então é tudo muito confuso pra minha cabeça, então (risos meus e dela) ué, tem que ser sincera... mas a minha, minha... a minha reação foi tentar estudar. Cheguei em casa, fui mesmo abrir um google, fui procurar saber, fui tentar entender o que que é isso, que pra mim eh novo, essa questão de querer virar mulher e de querer continuar se relacionando com mulher.  Bom, dai, pensando mais, e pensando  e pensando sobre o assunto, parece que com o tempo , puxando assim pela  memoria, algumas pecas começavam a encaixar na minha cabeça. Não em termos da sexualidade, ou opção de gênero, mas o fato de... de... de... você ter sido sempre uma pessoa tão.. isolada, tão tímida, tão reservada, nunca ‘tar na rua, isso  começou assim a vir na minha cabeça se não... se ... se... essa decisão que agora você vem a tomar não é a...  é a melhor coisa que pode acontecer na sua vida. De fato agora você ‘tá começando... (gravação interrompida por uma pessoa me ligando).


Então, ai parece que com o tempo  as pessoas vão começando a encaixar nesse sentido,  e ai ia até fazendo uma analogia, porque, a gente ‘tava conversando, ne, é.... tem dia que a gente mesmo, todo mundo, olha no espelho e se acha que..  e acha que nenhuma roupa cai bem, nada cai bem, a gente não ‘tá bem,  não quer sair, não quer ir pra rua, porque... até tem  vontade de ir, acha que deveria ir, mas nada que você  acha que cai bem, você não se sente bem, se sente feio, quer ficar em casa isolado, e essa coisas que começam a vir na minha  cabeça, pra tentar entender um pouco... será também que eh um pouco disso que... que.. não acontece com você. “Não sou eu... não sou eu... não eh isso, isso não me cai bem... não é assim que ‘tá”. Enfim.


E... a única preocupação que eu tinha de fato é... é... saber se você tinha certeza, eu digo porque, é muito próximo né...  de mim, eh uma pessoa muito importante pra mim, tem certeza do que ‘tá fazendo... se tinha um acompanhamento psicológico,  é uma mudança muito grande na vida de uma pessoa, e se você tinha toda certeza do que poderia vir a acontecer antes... e... depois da mudança,  o que que vai acontecer na  sua vida... e... mas é uma preocupação com relação a você mesmo,  para que não tivesse uma frustração depois,  “poxa.. não era isso que eu queria... eu não imaginei que fosse assim...”


Mas agora , que me parece que tudo pra você é muito claro, eu acho que a pessoa tem que ser feliz. Eu acho que é isso. Eu acho que o importante agora não eh o que eu penso, não eh o que os outros pensam, não é o que a família pensa... não eh uma questão de... de eu... estar votando, estar apoiando se é isso, se não eh isso.. porque pouco importa a minha opinião. E... o que que importa a minha opinião.. eu não acho nada. Eu acho que... eu acho que... eu vou sempre te amar independente do seu gênero, eu vou sempre ... eu vou ‘tar do seu lado diante das escolhas, do que você escolher pra sua vida, vou continuar sendo sua *****, independente daquilo q você for seguir na sua vida.... é isso.

E agora, da minha lindinha-da-vida =)

Eu sou uma pessoa muito tranqüila no que se refere às preferências, escolhas, aparências e opiniões alheias. Sou mais tolerante até do que a MayB, nesse sentido. Nunca tive nada contra trans, nunca achei o maior absurdo do mundo. Não fico muito a vontade com a postura promíscua que está associada à maioria das trans, mas, dane-se...Não preciso ser melhor amiga de pessoas que se comportam dessa maneira, assim como não preciso ser melhor amiga de gente que escuta música sem fone de ouvido no celular.
Mas nem toda a tolerância do mundo me salvou nesse caso. Afinal, se o seu melhor amigo decide perseguir este sonho, beleza, né? Mas como que faz quando é o seu namorado? Até hoje não sei muito bem, confesso.

A surpresa só não foi maior porque desde o primeiro ano do nosso namoro eu já sabia deste desconforto que ele sentia com o próprio corpo. Foram muitas crises de depressão, momentos terríveis, mas que sempre passavam. Ele nunca havia falado em realmente começar a transição, então eu achava que nunca ia acontecer. Entendia, ajudava a passar pelos dias difíceis, conversava, consolava, distraia. Era muito ruim saber que ele nunca seria completamente feliz, mas não tinha o que fazer. Ele sempre disse que queria ter nascido mulher, não se tornar uma.

E lá estava eu, no que parecia a melhor fase da minha vida, feliz, com um namorado lindo, um grande amor e companheiro. Claro que tinha problemas como todo mundo, inclusive no meu relacionamento, mas mesmo assim eu estava no meu mundo cor de rosa. Eis que de repente, tudo isso parece se esvair entre meus dedos! Num primeiro momento fiquei extremamente deprimida. Se dependesse do que rola só no meu coração, creio que estaria até agora enfiada numa cama chorando. Graças a Deus, existe o cérebro pra colocar ordem em tudo e me permitir seguir em frente.


Eu não sei se vamos continuar namorando, mas sei que vamos continuar nos amando. Sei, também, que seria muito mais fácil se eu fosse lésbica, na verdade! Como eu não sou, só o tempo vai dizer que rumo o nosso relacionamento vai tomar. O que me ajuda a levantar todos os dias pela manhã é saber que ele será, finalmente, feliz.

O mais curioso é como ela me chama de "a MayB", mas depois chama de "ele" o resto do texto. Por isso eu quis postar o original, sem alterações. A mesma confusão de um dos meus amigos na primeira parte dos depoimentos.

E... é isso ai! Agora é só arrumar os detalhes finais e esperar o finzinho de março chegar... e atravessar o portal =)

Beijos,
MayB