11 de fevereiro de 2012

Vamos Falar de Emprego

22/01/12


Conversar com minha mãe semana passada me fez prestar atenção nesse assunto, então gostaria de ajudar a iluminar a mente das pessoas. Uma frase que ela disse no meio da conversa foi “Eu fico preocupada com o que você vai trabalhar... você vai ser manicure, cabeleireira.. o que? Porque são as opções né... Eu só fico com medo de você ir para o lado da prostituição ou fazer filme porno.”

..Sério?

….Sério isso?

Deixa eu jogar alguns nomes aqui que encontrei em uma pesquisa rápida.



Jenny Bailey: prefeita de Cambridge, Inglaterra
Georgina Beyer: Três vezes membro do parlamento neo-zelandês
Joanne Conte: membro do conselho municipal de Arvada, Colorado
Anna Grodza: membro do parlamento polonês
Aya Kamikawa: oficial municipal de Tokyo
Victoria Kolakowski: juíza e advogada na Califórnia
Vladmir Luxuria: deputada italiana
Shabnam Mausi: membro da Assembléia Legislativa indiana
Micheline Montreuil: ativista política no Canadá, já ocupou diferentes cargos
Amanda Simpson: trabalha no Departamento de Defesa dos E.U.A. em um setor ligado diretamente a nada menos que o Exército
Manuela Trasobares: conselheira municipal em Geldo, Espanha
Marja-Sisko Aalto: ministra da igreja luterana finlandesa
Danielle Bunten Berry: programadora de jogos americana
Sophie Wilson: engenheira de informática britânica

...advinha o que todas as mulheres tem em comum? Sim, nasceram no corpo de um homem. Então antes de falar uma ignorância do tamanho da referida no primeiro parágrafo, por favor, se informe. Não estou dizendo que a vida é fácil para nós, longe disso, mas dizer que nossas opções são restritas aquelas é pura falta de noção da realidade.

A primeira dica aqui para ter maiores chances de sucesso no trabalho é a mesma para todos os aspectos da vida de uma trans: invista em si mesma. Beleza, estilo para se vestir, comportamento e voz são essenciais. Sera de extrema importância para a aceitação dos outros que eles olhem para você e diga "olha, uma mulher bonita" ao invés de "que porra é aquela?" Eu fico estarrecida com a quantidade de trans que, mesmo tendo dinheiro, não tomam os cuidados mais básicos... como fazer a barba, gente! Sério, a menos que você esteja tentando entrar para o circo, você nunca será nada na vida se fizer isso...

E lembre-se, se a dificuldade de encontrar emprego na iniciativa privada estiver realmente impossível de superar, concurso público é a chave do sucesso. Ninguém pode lhe proibir de ocupar cargo algum por causa da condição de transsexual e, aliais, qualquer reação ofensiva com relação a isso resulta em processo de homofobia que é um dos poucos motivos de demissão apesar da estabilidade do cargo público. Sabe quantos trabalhadores estatais, por mais preconceituosos que sejam, estão dispostos a perder a estabilidade? Pois é.